Marrocos prende 52 supostos militantes e diz que impediu vários ataques

RABAT (Reuters) - O Marrocos afirmou nesta quarta-feira que prendeu 52 supostos militantes inspirados pelo Estado Islâmico e impediu a realização de vários ataques no país do norte da África ao apreender armas e materiais para a fabricação de bombas.

Esse é o maior grupo preso no país nos últimos anos e a mais recente célula militante a ser desmontada entre várias que as autoridades dizem que planejavam ataques dentro e nos arredores do Marrocos.

(Reportagem de Aziz El Yaakoubi)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos