Elétrica italiana Enel eleva meta para 2016 após 1° semestre bater expectativa

MILÃO (Reuters) - A elétrica italiana Enel elevou suas projeções para o ano nesta quinta-feira, após superar as expectativas no primeiro semestre graças a melhores margens em seus negócios na Itália e na América Latina.

No Brasil, a companhia controla as distribuidoras de eletricidade Ampla e Coelce, que atuam no Rio de Janeiro e no Ceará, além de possuir ativos de geração.

A companhia estatal disse que espera que os ganhos de seus negócios principais neste ano alcancem cerca de 15 bilhões de euros, ante uma meta anterior de 14,7 bilhões de euros.

O lucro líquido ordinário para o ano deverá ficar próximo de 3,2 bilhões de euros, ante 3,1 bilhões estimados antes.

O presidente-executivo da Enel, Francesco Starace, disse que a companhia completou mais de 4 bilhões de euros em desinvestimentos, o que representa 70 por cento da meta da companhia para até 2019.

A Enel, que controla a elétrica espanhola Endesa, pretende vender até 6 bilhões de ativos até 2019 para ajudar a financiar sua expansão.

(Por Stephen Jewkes)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos