FecomercioSP prevê alta de 4% nas vendas do varejo paulista em agosto

SÃO PAULO (Reuters) - O setor de varejo no Estado de São Paulo deve apresentar alta de 4 por cento no faturamento real em agosto, na comparação com o mesmo período do ano passado, estima a entidade que representa o setor, FecomercioSP, nesta quinta-feira.

A entidade, contudo, não acredita que o desempenho será motivado pelo Dia dos Pais, uma vez que a previsão para as lojas de vestuário, tecidos e calçados, segmento preferido na hora da escolha dos presentes desta época, é de queda de 5 por cento.

Para 2016, a FecomercioSP aguarda estabilidade no comportamento das vendas em relação ao ano anterior.

Para a assessoria técnica da entidade, "apesar da perspectiva de crescimento no faturamento do varejo, o cenário segue bastante negativo... há pouca disposição das famílias para contrair dívidas, enquanto bancos e financeiras estão muito seletivos na concessão de empréstimos, restringindo a oferta de crédito".

"Além disso, o orçamento das famílias segue comprometido pelos altos preços dos bens de primeira necessidade, a renda real recuou e o desemprego aumentou significativamente desde o Dia dos Pais do ano passado", afirmou a FecomercioSP em nota à imprensa.

(Por Paula Arend Laier)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos