Presidente turco quer Forças Armadas e serviço secreto sob controle da Presidência, diz autoridade

ANCARA (Reuters) - O presidente turco, Tayyip Erdogan, quer que as Forças Armadas e a agência nacional de inteligência (MIT) passem a ficar sob controle da Presidência, informou uma autoridade turca nesta quinta-feira.

A mudança iria requerer uma alteração na Constituição e a oposição teria que concordar com isso, informaram redes de TV, citando Erdogan.

Os comentários são feitos depois de uma reunião do Conselho Militar Supremo na qual se esperava um acordo para fazer uma revisão da varredura que se seguiu ao golpe militar fracassado em 15 e 16 de julho. Havia a expectativa de que autoridades turcas anunciariam detalhes das mudanças ainda na quinta-feira.

(Por Ece Toksabay)

Receba notícias do UOL. É grátis!

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos