Segundo autor de ataque em igreja na França era conhecido da polícia, diz fonte

Por Chine Labbé e Michel Rose

PARIS/SAINT-ETIENNE-DU-ROUVRAY, França (Reuters) - O segundo jovem envolvido no assassinato de um padre em uma igreja da França nesta semana tinha 19 anos e era conhecido dos serviços de segurança por ser um possível militante islâmico, disseram fontes judiciais e policiais nesta quinta-feira.

O homem também era possivelmente um suspeito que a polícia buscava dias antes do ataque por uma denúncia anônima de que ele estaria planejando um ataque, relatou a mídia francesa.

A polícia identificou o homem como Abdel-Malik Nabil Petitjean, morador de uma cidade no leste francês, na fronteira com a Alemanha, disse uma fonte da Justiça à Reuters.

Petitjean e um cúmplice também já identificado, Adel Kermiche, fizeram reféns em uma igreja da Normandia na terça-feira antes de cortarem a garganta de um padre em um altar.

(Reportagem de Chine Labbe)

Receba notícias do UOL. É grátis!

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos