Comissão Europeia vê "grande risco" de acordo com Turquia sobre migrantes ruir

ZURIQUE (Reuters) - O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, está preocupado com a chance de ruir o acordo firmado com a Turquia em março, sobre como administrar a onda de migrantes em direção à Europa, conforme disse a um jornal austríaco.

"O risco é alto. O sucesso do pacto até agora é frágil. O presidente (turco) Erdogan sugeriu por diversas vezes que quer encerrar o acordo", disse Juncker ao jornal Kurier, ao ser questionado se o acordo poderia ser desfeito.

Caso isso aconteça, "então você pode esperar que novamente os refugiados ficarão esperando às portas da Europa", acrescentou ele, numa entrevista publicada neste sábado.

A Turquia tem até o momento cumprido sua parte do acordo histórico com Bruxelas, cujo objetivo é barrar a imigração ilegal para a Europa via litoral turco, em troca de ajuda financeira e da promessa de retirada da exigência de visto para cidadão turcos viajarem para a maior parte do bloco. Foi oferecida também a aceleração das conversas para que o país seja aceito na UE.

Ancara, entretanto, tem reclamado que a Europa não está fazendo sua parte do acordo, e tem preocupado os líderes da UE com uma forte repressão contra os opositores de Erdogan, especialmente após uma tentativa frustrada de golpe entre os dias 15 e 16 de julho.

(Reportagem de Michael Shields)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos