Papa pede clérigos na Polônia para viverem vida mais simples, evitarem ambições mundanas

Cracóvia, Polônia (Reuters) - O papa Francisco pediu neste sábado a clérigos católicos romanos da Polônia para viver uma vida mais simples, focada sobre os mais necessitados e evitar ambições mundanas.

No quarto dia de sua viagem à Polônia para um encontro internacional de jovens católicos, Francisco falou a cerca de 2 mil bispos e padres poloneses reunidos em um santuário dedicado ao falecido Papa João Paulo II, que morreu em 2005 e se torno um santo em 2014.

Na homilia da missa, ele lhes disse para não levar "vidas de duas vias" ou "permanecerem fechado, por medo ou conveniência, dentro de nós mesmos ..."

O arcebispo de Cracóvia, Stanislaw Dziwisz, dirigindo-se a Francisco, disse no final da missa: "Nós não estamos fechados dentro de nós mesmos".

Alguns comentaristas da mídia acusaram os líderes da Igreja polonesa de desfrutar de um estilo de vida protegido contra as dificuldades da transição econômica da Polônia do comunismo para o capitalismo.

Eles também criticaram o que veem como tentativas da Igreja Católica polonesa para influenciar o governo conservador, incluindo o apoio a sua frieza para lidar com os migrantes por medo de que eles podem diluir a identidade cristã da Polônia.

(Reportagem de Wiktor Szary)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos