Milhares vão às ruas na Alemanha em apoio ao presidente turco Erdogan

Por Matthias Inverardi

COLÔNIA (Reuters) - Milhares de manifestantes da comunidade turca da Alemanha se juntaram neste domingo na cidade de Colônia em apoio ao presidente da Turquia, Tayyip Erdogan, em manifestação que realçou as tensões diplomáticas entre Ancara e Berlim.

    Com bandeiras da Turquia em mãos, manifestantes mostraram fotos de Erdogan e cartazes com os dizeres “Pela Democracia, Contra o Golpe”, depois da frustrada tentativa de derrubar o presidente, ocorrida neste mês.

    “Estamos aqui porque nossos compatriotas na Alemanha defendem a democracia e são contra o golpe que foi tentado”, disse o ministro turco do Esporte e da Juventude, Akif Cagatay Kilic, que participou da manifestação.

    O protesto virou foco de problemas diplomáticos entre a Alemanha e a Turquia, pois a Suprema Corte alemã proibiu Erdogan de discursar aos manifestantes por videoconferência.

    “A decisão da Corte Constitucional Alemã sobre a manifestação contra o golpe em Colônia é um total retrocesso contra a liberdade de expressão e a democracia”, afirmou o ministro turco das Relações Exteriores, Omer Celik, pelo Twitter.

    Erdogan disse ser vergonhoso que países ocidentais mostrem mais interesse pelo destino dos conspiradores do que com um Estado-membro da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan).

Na quinta-feira, a chanceler alemã, Angela Merkel, disse que a Turquia deveria mostrar proporcionalidade na busca por aqueles que tentaram o golpe, acrescentando que está acompanhando com preocupação os acontecimentos na nação.

    Aproximadamente 3 milhões de pessoas de origem turca vivem na Alemanha e, nas últimas eleições, 60 por cento deles votaram para o partido da situação, o AKP, de acordo com a organização que congrega as comunidades turcas na Alemanha.

    Fontes da polícia disseram que cerca de 20 mil manifestantes participaram do protesto. Eles observaram um minuto de silêncio pelas vítimas de ataques em todo o mundo. Por volta de 3.000 policiais acompanharam o ato.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos