Ministro da Defesa turco diz que expulsões do Exército não acabaram

ISTAMBUL, (Reuters) - As expulsões do Exército não acabaram e mais funcionários serão dispensados se necessário, disse o ministro da Defesa turco à rede de televisão CNN da Turquia nesta segunda-feira, após a demissão de milhares de soldados após uma tentativa fracassada de golpe.

Ainda haviam 311 soldados, incluindo 9 generais, foragidos, disse Fikri Isik, após a tentativa de golpe em 15 e 16 de julho, quando um grupo de militares tomou controle de tanques, helicópteros e caças e tentou derrubar o governo. Isik disse que acredita-se que eles ainda estejam na Turquia.

(Por Humeyra Pamuk)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos