Chinesa Fosun vê oportunidade de novos investimentos no Brasil após comprar controle da Rio Bravo

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O Grupo Fosun, da China, não descarta novos investimentos no Brasil após adquirir o controle acionário da gestora Rio Bravo Investimentos, conforme volta seu foco para mercados emergentes e vê o Brasil com uma oportunidade.

"Nós enxergamos a economia e o mercado no Brasil se recuperando...há uma janela de investimentos neste momento", disse o presidente do conglomerado chinês, Guo Guangchang, em entrevista a jornalistas em São Paulo nesta terça-feira. "É hora ser corajoso com o Brasil", afirmou.

No radar da Fosun estão as áreas de seguros, turismo, imóveis, agricultura e saúde, em linha com o escopo diversificado de investimentos do grupo asiático. Mas os executivos ponderaram que ainda estão chegando ao país e ainda precisam fechar um plano de negócios para o Brasil.

Na última sexta-feira, após seis meses de negociação, a Fosun assinou contrato para aquisição do controle acionário do Grupo Rio Bravo, passando a deter 50,1 por cento do capital.

A fatia restante foi dividida entre os demais 16 sócios da Rio Bravo, incluindo os controladores anteriores e fundadores da gestora Mario Fleck, Gustavo Franco e Paulo Bilyk, que permanecem na empresa.

Os executivos do Fosun e da Rio Bravo não detalharam valores sobre a operação. Eles preferiram destacar que o valor do acordo está nas pessoas, na experiência de administração de vários ativos da gestora brasileira.

O negócio é considerado um passo importante na estratégia da Fosun de expansão internacional e permitirá ao grupo estabelecer presença na América Latina.

Fleck, presidente da Rio Bravo, disse sem revelar detalhes que vê o valor da empresa crescendo 7 a 10 vezes nos próximos 5 a 7 anos. Ele disse que o acordo com a Fosun é oportunidade para os clientes da gestora acessarem mercados maiores e uma gama maior de produtos.

A Rio Bravo gerencia cerca de 10 bilhões de reais em recursos aplicados em fundos líquidos, ativos imobiliários e private equity. A Fosun tem cerca de 50 bilhões de dólares em ativos sob gestão.

Fundada por Guangchang, a Fosun se tornou o maior conglomerado privado da China, com participações variando desde companhias médicas até ao grupo de turismo francês Club Med.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos