Tufão Nida força e cancela mais de 150 voos em Hong Kong

HONG KONG (Reuters) - O tufão Nida passou por Hong Kong nesta terça-feira, fechando grande parte do centro financeiro e forçando o cancelamento de mais de 150 voos por conta dos ventos, enquanto áreas de baixa altitude foram colocadas em alerta.

O primeiro grande tufão em Hong Kong neste ano teve ventos de mais de 100 quilômetros por hora e fez com que autoridades emitissem um alerta âmbar, significando chuva pesada, às 5h20, no horário local.

Mais de 150 voos foram cancelados, informou a Autoridade Aeroportuária. A Cathay Pacific e Dragonair alertaram que nenhum de seus voos iria operar antes das 14h.

Milhares de passageiros ficaram presos no aeroporto e a expectativa era de que cerca de 325 voos fossem remarcados.

Os serviços de barcas, bonde e ônibus da cidade voltaram gradualmente à normalidade após o Observatório de Hong Kong diminuir o alerta de ciclone tropical de 8 para 3.

Os negócios na bolsa de valores foram suspensos.

(Reportagem de Anne Marie Roantree)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos