Às vésperas da abertura da Olimpíada, polícia faz grande operação no Complexo do Alemão no Rio

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A dois dias da abertura da Olimpíada, policiais do Rio de Janeiro realizavam uma grande operação contra o tráfico de drogas no conjunto de favelas do Alemão, na zona norte da cidade, com a ocorrência de tiroteios, feridos e prisões.

A ação das polícias civil e militar começou logo cedo e reunia 450 homens que cumpriam dezenas de mandados de prisão. Os confrontos começaram logo no início da operação.

Até o momento, cinco pessoas foram presas, de acordo com a Polícia Civil do Rio, de um total de 45 mandados de prisão.

O delegado titular da Delegacia de Combate às Drogas, Felipe Cury, foi baleado no ombro e levado ao hospital, mas passava bem, segundo a Polícia.

O tiroteio chamou atenção de quem passava pelo local e assustou moradores do Alemão.

"O tiroteio está comendo solto aqui e tem muita gente com medo de sair de casa ou de levar os filhos para a escola", disse uma doméstica que mora na região e preferiu não ser identificada.

Segundo moradores, o teleférico do Alemão, um ponto turístico do local, teve seu funcionamento prejudicado.

O conjunto de favelas do Alemão é palco de constantes confrontos entre policiais de traficantes.

A segurança da Olimpíada, cuja abertura acontece na sexta-feira, contará com milhares de militares e policiais.

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier e Caio Saad)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos