Autoridades turcas rastrearam acusados de tramar golpe graças a uso de aplicativo de mensagens "amador"

FRANKFURT/ISTAMBUL (Reuters) - Autoridades turcas conseguiram rastrear milhares de pessoas acusadas de participação em uma rede subterrânea conectada ao golpe militar fracassado que ocorreu mês passado ao invadir as fracas ferramentas de segurança de um aplicativo de mensagens para smartphones pouco conhecido.

Especialistas em segurança que analisaram o aplicativo, conhecido como ByLock, a pedido da Reuters, disseram que parece ser o trabalho de desenvolvedores de software amadores e que informações importantes sobre seus usuários foram deixadas sem criptografia.

Uma autoridade sênior turca disse que a inteligência da Turquia invadiu o aplicativo no início do ano e foi capaz de usá-lo para rastrear dezenas de milhares de membros de um movimento religioso que o governo considera responsável pela tentativa de golpe que falhou no mês passado.

"Os dados do ByLock nos permitiram mapear a rede deles -- pelo menos grande parte dela", disse uma autoridade sênior da Turquia. "O que posso dizer é que um grande número de pessoas identificadas através do ByLock estavam diretamente envolvidas na tentativa de golpe".

(Por Eric Auchard e Humeyra Pamuk; reportagem adicional por Jim Finkle e Joseph Menn)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos