Para premiê espanhol, discutir orçamento com rivais é 1º passo para romper impasse no país

MADRI (Reuters) - O primeiro-ministro interino da Espanha, Mariano Rajoy, disse nesta quarta-feira que seu Partido Popular (PP) e o rival Ciudadanos deram o primeiro passo para romper o impasse político na Espanha concordando em debater uma proposta de orçamento para 2017 agendada para meados de outubro.

Um dia antes, Rajoy havia dito que o país pode ter que realizar sua terceira eleição em menos de um ano se legendas como o Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE) mantiverem a oposição ferrenha a seu PP de centro-direita e seus esforços para formar um governo.       

    A Espanha está sendo administrada por um governo provisório há oito meses, já que a votação de dezembro privou o PP de sua maioria parlamentar e as conversas sobre uma coalizão foram inconclusivas. A segunda eleição, em junho, tampouco resultou em um novo gabinete.

    "Este é o primeiro passo e, como vocês sabem, até a jornada mais longa sempre começa com um primeiro passo", disse Rajoy em uma coletiva de imprensa depois de se reunir com o líder do Ciudadanos, Albert Rivera.

    O centrista Ciudadanos tem sido o mais receptivo rival do premiê, prometendo se abster de qualquer moção de confiança no Parlamento para permitir um governo do PP.

    Mas o Ciudadanos, que ficou em quarto lugar nos dois pleitos, tem muito poucos assentos para obter uma maioria no parlamento só com o PP. Para isso só o PSOE é grande o suficiente, mas os esquerdistas vêm repetindo que se oporiam a Rajoy.

    (Por Sarah White)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos