Padilha: governo não abre mão do compromisso de reduzir gastos e do limite do teto dos Estados

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, afirmou nesta quinta-feira que o crescimento das despesas será rigorosamente observado e garantiu que não há nenhuma flexibilização com teto de gastos.

"Nós teremos o crescimento das despesas rigorosamente observando o que foi a inflação do ano anterior. Não há flexibilização nenhuma, nem para o governo federal, nem para os Estados", disse o ministro a jornalistas.

(Por Rodrigo Viga Gaier)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos