Para evitar vaias, Temer pede e não é anunciado em abertura da Olimpíada

RIO DE JANEIRO/BRASÍLIA (Reuters) - Para evitar ser vaiado pelo público no Maracanã, o presidente interino Michel Temer pediu para não ser anunciado no início da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016 nesta sexta-feira, disse à Reuters uma fonte com conhecimento do assunto, e foi atendido pelos organizadores.

No início da cerimônia, apenas o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, foi anunciado pelos alto-falantes do Maracanã. Temer chegou a aparecer no telão, mas não teve o nome anunciado, como de praxe.

A fonte disse à Reuters que a omissão ao presidente interino foi um pedido de Temer, que queria evitar as vaias dos espectadores no Maracanã.

O programa da cerimônia previa o anúncio do nome do presidente interino, o que acabou não acontecendo. Temer apareceu algumas vezes no telão ao lado de Bach e sua aparição não foi alvo de vaias do público presente no estádio.

O protocolo ainda prevê uma breve fala de Temer para declarar os Jogos oficialmente abertos após o desfile das delegações.

A cerimônia de abertura dá oficialmente a largada aos Jogos Rio 2016, a primeira Olimpíada realizada na América do Sul.

(Reportagem de Lisandra Paraguassu e Pedro Fonseca)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos