Paraguai chama para consultas embaixador na Venezuela por comentários de Maduro

ASSUNÇÃO (Reuters) - O Paraguai chamou nesta sexta-feira seu embaixador em Caracas na sequência de declarações do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, sobre o governo de Assunção que aumentaram a distância entre os países-membros do Mercosul.

O Ministério das Relações Exteriores do Paraguai disse em um comunicado que tomou a decisão de chamar o embaixador Enrique Jara "após expressões proferidas pelo presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, ao governo do Paraguai".

O comunicado acrescentou que o conselheiro Celso Riquelme permanecerá como encarregado de negócios da embaixada paraguaia enquanto durar as consultas.

Maduro disse nesta semana que seus sócios no Mercosul estão envolvidos com uma "tríplice aliança" de "extrema direita" que busca impedir que a Venezuela exerça a presidência semestral do grupo, em referência a postura de Paraguai, Brasil e Argentina que não consideram que a Venezuela tenha condições de exercer a presidência do grupo, por não ter cumprido todos os requisitos como membro pleno do bloco.

Um alto funcionário da chancelaria paraguaia considerou "pouco feliz" a utilização do termo "tríplice aliança", devido a lembrança da guerra que enfrentou o Paraguai contra a Argentina, Brasil e Uruguai no século 19.

(Por Mariel Cristaldo)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos