Movimento de estrangeiros em hotéis franceses cai em julho após ataques

PARIS (Reuters) - O número de noites passadas em hotéis franceses por turistas estrangeiros caiu 10 por cento em julho em comparação com o ano passado, com os visitantes de fora da Europa sentindo-se desencorajados pelos recentes ataques de militantes islâmicos, disse o ministro do turismo da França em entrevista a jornal.

A indústria do turismo na França, um importante motor da economia do país, sofre desde que atiradores do Estado Islâmico mataram 130 pessoas em um atentado em Paris no ano passado.

Além disso, em julho um militante matou 85 pessoas batendo um caminhão contra uma multidão na cidade de Nice. Duas semanas depois, dois homens mataram um padre em uma pequena cidade da Normandia.

O ministro Matthias Fekl disse em entrevista ao jornal Le Journal du Dimanche que viajantes de altos padrão de gastos, como os dos Estados Unidos, Ásia e Golfo tinham sido particularmente desencorajados pelos ataques.

(Reportagem de Gus Trompiz)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos