Presidente da Turquia diz que irá aprovar pena de morte se parlamento votar

ISTAMBUL (Reuters) - O presidente turco Tayyip Erdogan disse em um comício para mais de um milhão de pessoas neste domingo em Istambul que irá aprovar a pena de morte no país se o parlamento votar o assunto, após uma tentativa de golpe de Estado no mês passado.

Em um discurso durante o comício "Democracia e Mártires", também veiculado em telões ao redor do país, Erdogan disse que a rede liderada pelo clérigo muçulmano Fethullah Gulen, que mora nos EUA, a quem Erdogan culpa pela tentativa de golpe, precisa ser destruído dentro do escopo da lei.

(Por Tuvan Gumrukcu e Humeyra Pamuk)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos