Judoca Rafaela Silva conquista 1ª medalha de ouro do Brasil na Rio 2016

Por Tatiana Ramil

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A judoca Rafaela Silva mostrou força e concentração para conquistar a primeira medalha de ouro para o Brasil nos Jogos Rio 2016, nesta segunda-feira, fazendo explodir a torcida no Parque Olímpico.

Essa é a segunda medalha do país na Olimpíada, após a prata de Felipe Wu no tiro esportivo, no fim de semana.

Sob gritos dos torcedores, a brasileira derrotou na final da categoria até 57 quilos Sumiya Dorjsuren, da Mongólia, depois de conseguir um wazari logo no começo da luta.

Rafaela, campeã mundial no Rio em 2013, conquistou a primeira medalha do judô brasileiro no torneio olímpico, depois de dois dias de decepções da modalidade, que é uma das principais apostas do Comitê Olímpico do Brasil (COB) para o país atingir a meta de ficar entre os 10 primeiros no número total de medalhas.

Criada na comunidade carioca de Cidade de Deus, Rafaela estava perto de casa na Arena Carioca 2, que virou um caldeirão com a conquista da atleta. A judoca começou no esporte aos 5 anos para se afastar da violência da comunidade.

A trajetória de Rafaela na competição olímpica foi complicada, mas ela soube superar as dificuldades.

Rafaela se classificou para a decisão após uma disputa tensa com a romena Corina Caprioriu. A luta da semifinal foi decidida apenas no golden score, após 3min6, com um golpe da brasileira.

De manhã, Rafaela havia se tornado a primeira judoca brasileira a avançar à semifinal dos Jogos Rio 2016 ao vencer a húngara Hedvig Karakas, responsável por sua eliminação em Londres 2012.

Há quatro anos, Rafaela foi eliminada da luta contra a húngara por ter atacado de forma irregular as pernas da adversária, em uma disputa que liderava.

Desta vez, a brasileira de 24 anos venceu com um wazari, em mais uma boa apresentação no dia. Na primeira luta, Rafaela derrotara a alemã Miryam Roper de forma rápida, ao conseguir dois wazaris que determinaram a vitória.

A luta seguinte, contra a sul-coreana Kim Jandi, foi mais difícil, mas a brasileira se manteve concentrada e conseguiu um wazari na parte final.

O judô brasileiro ainda não havia conquistado medalha na Rio 2016, após cinco dos 14 representantes do país terem competido, incluindo alguns favoritos a pódio, como Sarah Menezes, Felipe Kitadai e Érika Miranda.

Mais cedo nesta segunda-feira, Alex Pombo perdeu sua luta de estreia contra o chinês Saiyinjirigala e ficou fora da disputa por medalha no Rio. Pombo dominou a maior parte do combate, mas, a poucos segundos do final, levou um yuko, e foi eliminado na categoria até 73 quilos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos