Conselho da Fundação Renova responsável por recuperar rio Doce tem primeira reunião

SÃO PAULO (Reuters) - A Fundação Renova, criada para cuidar da recuperação do rio Doce após este ter sido impactado por rejeitos de mineração na sequência do rompimento de uma barragem da mineradora Samarco em novembro passado, realizou nesta quinta-feira a primeira reunião de seu conselho curador, afirmou a entidade em nota.

A Renova foi criada como parte de um acordo entre a Samarco e suas controladoras, as gigantes da mineração Vale e BHP Billiton, com os governos federal e dos Estados de Minas Gerais e Espírito Santo, e é responsável por conduzir programas de reparação e recuperação socioeconômica e socioambiental nas áreas impactadas pelo incidente.

O conselho de curadores será responsável pelo planejamento anual e plurianual, pelos orçamentos e contratações, assim como pela aprovação dos planos, programas e projetos executados da fundação.

A Fundação Renova será presidida pelo biólogo e administrador Roberto S. Waack, enquanto o conselho curador será liderado por Wilson Nélio Brumer, ex-presidente executivo da Vale, Acesita e Usiminas e ex- presidente do Conselho da BHP Billiton Brasil.

O rompimento da barragem do Fundão em Mariana (MG), em novembro do ano passado, é considerado o maior desastre ambiental do país, além de ter causado a morte de 19 pessoas.

(Por Luciano Costa)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos