Economia alemã perdeu força no 2º trimestre, diz Ministério

BERLIM (Reuters) - A economia alemã perdeu um pouco de fôlego no segundo trimestre após um forte desempenho nos primeiros três meses do ano, informou o Ministério da Economia nesta quinta-feira, citando o consumo privado mais fraco e um setor de construção pior que o esperado.

O ministério acrescentou que a economia alemã permaneceu robusta apesar do aumento dos riscos externos, amplamente relacionados com a votação britânica em junho para deixar a União Europeia (UE).

"Por causa do clima ameno, a construção foi muito maior do que o normal no inverno", disse o Ministério em seu relatório mensal. "Portanto, a melhora na primavera foi significativamente menor."

A economia alemã cresceu 0,7 por cento no primeiro trimestre. Os números preliminares do segundo trimestre serão divulgados na sexta-feira e pesquisa Reuters indica que a maior economia da Europa cresceu 0,2 por cento no período de abril a junho.

(Por Joseph Nasr)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos