Judoca Mayra Aguiar repete Londres e conquista medalha de bronze para o Brasil no Rio

Por Pedro Fonseca

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A judoca Mayra Aguiar conquistou nesta quinta-feira a terceira medalha do Brasil nos Jogos do Rio, um bronze na categoria até 78 quilos, ao derrotar a cubana Yalennis Castillo, levando a torcida brasileira à loucura na Arena Carioca 2 e repetindo o resultado conquistado em Londres 2012.

    Campeã mundial em 2014, Mayra caiu para a disputa da medalha de bronze ao ser derrotada na semifinal pela francesa Audrey Tcheumeo mais cedo, mas conseguiu se recuperar da decepção a tempo para derrotar a cubana poucos minutos depois

    O Brasil agora soma um ouro, uma prata e um bronze no quadro de medalhas da Rio 2016.

Na disputa da medalha, Mayra foi mais ofensiva que a adversária desde o início e conseguiu um yuko logo no começo da luta. Depois a cubana ainda foi punida pela arbitragem com um shido, ampliando a vantagem da brasileira, que conseguiu segurar a vitória.

Os segundos finais da luta foram ao som de contagem regressiva da torcida, que explodiu em festa pouco após a decepção da derrota de Mayra na semifinal.

Após a vitória, a judoca gaúcha, de 25 anos, pulou para a arquibancada para comemorar com amigos e familiares, que lideraram a torcida barulhenta em apoio à judoca brasileira ao longo de todo o dia.

O judô brasileiro tem como objetivo no Rio superar as quatro medalhas de Londres 2012, uma de ouro e três de bronze, em termos de quantidade ou qualitativamente, mas o único pódio conquistado pelos judocas do país até o momento era o ouro de Rafaela Silva, e houve frustração com as derrotas precoces dos medalhistas olímpicos Sarah Menezes, Tiago Camilo e Felipe Kitadai.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos