Polícia Federal prende mais 2 em operação contra suspeitos de ligação com Estado Islâmico

SÃO PAULO (Reuters) - A Polícia Federal prendeu nesta quinta-feira mais duas pessoas no âmbito da operação Hashtag, que tem como alvo suspeitos de ligação com o grupo extremista Estado Islâmico que estariam preparando a realização de atentados durante os Jogos Olímpicos Rio 2016, informou a PF em nota.

"Foram cumpridos dois mandados de prisão temporária, cinco de busca e apreensão e três de condução coercitiva. Todos os envolvidos são brasileiros", informou a PF em nota, sem dar mais detalhes de onde as prisões e os mandados foram realizados.

"A iniciativa do governo federal, por meio do trabalho integrado dos órgãos de defesa, segurança e inteligência, tem o objetivo de garantir a segurança dos Jogos Olímpicos e o bem-estar dos cidadãos", acrescenta a nota.

A Hashtag foi inicialmente deflagrada em 21 de julho, quando foram presos 10 suspeitos acusados de realizarem atos preparatórios para a realização de um atentado no país durante a Olimpíada do Rio, que começou no último dia 5 de agosto e vai até o dia 21.

Posteriormente, outros dois suspeitos que não haviam sido encontrados quando a operação foi deflagrada também foram presos.

(Reportagem de Eduardo Simões)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos