Presidentes de Venezuela e Colômbia concordam em reabrir fronteiras fechadas há um ano

CARACAS (Reuters) - Os presidentes de Venezuela e Colômbia concordaram nesta quinta-feira em reabrir de forma gradual as passagens fronteiriças entre os dois países, fechadas há quase um ano.

Cinco passagens fronteiriças serão abertas a partir do sábado durante o dia, anunciaram o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, e o presidente colombiano, Juan Manuel Santos, após uma reunião de várias horas. Santos viajou à Venezuela para discutir a normalização das passagens fronteiriças.

"O que vamos fazer é abrir a fronteira de forma gradual", disse Santos ao final do encontro. "À medida que formos vendo que a abertura da fronteira está beneficiando as populações dos dois países, iremos aprofundando em outros temas e setores", comentou.

Maduro explicou que a partir do sábado serão reabertos cinco passagens na fronteira para o movimento de pessoas entre as primeiras horas da madrugada e até as 21:00.

Funcionários dos dois governos manterão negociações para definir novas políticas de segurança e de trocas comerciais, informaram os dois presidentes.

Esta aproximação acontece após fortes tensões, que produziram a decisão unilateral da Venezuela de manter fechadas as passagens de fronteira desde o fim de agosto de 2015, por causa de um confronto que deixou militares venezuelanos feridos.

(Reportagem de Corina Pons)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos