Receita do comércio online no Dia dos Pais deve crescer 15%

SÃO PAULO (Reuters) - O faturamento do comércio online no Dia dos Pais no Brasil deve crescer 15 por cento ante o ano passado, somando 1,82 bilhão de reais em vendas, estimou a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) e da E-bit nesta quinta-feira.

Se confirmado, o resultado pode indicar uma retomada do crescimento do setor no segundo semestre, disse o presidente do Conselho de Comércio Eletrônico da FecomercioSP e CEO da E-bit, Pedro Guasti, em nota à imprensa.

"Uma boa performance do e-commerce no Dia dos Pais já seria um terceiro sinal de que o mercado voltou a crescer. O primeiro foi o Dia das Mães, e o segundo o Dia dos Namorados, em junho. Se realmente o Dia dos Pais for positivo como estimamos, nós de fato teremos boas notícias para o segundo semestre, com uma previsão de crescimento para 2016 de 8 a 10 por cento", disse.

De acordo com a FecomercioSP, citando dados da E-bit, o valor do tíquete médio dos presentes para a data deve subir para 444 reais, ante 404 reais na mesma data em 2015.

Entre os itens preferidos para presente estão livros, smartphones, calçados e perfumes.

(Por Natália Scalzaretto)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos