Crescimento econômico da zona do euro desacelera no 2º tri, em linha com expectativas

BRUXELAS (Reuters) - O crescimento econômico da zona do euro desacelerou no segundo trimestre após um resultado forte nos primeiros três meses do ano, segundo estimativas divulgadas pela agência de estatísticas da União Europeia (UE) nesta sexta-feira.

A Eurostat disse que o Produto Interno Bruto (PIB) nos 19 países do bloco econômico cresceu 0,3 por cento no trimestre e 1,6 por cento na comparação anual, confirmando as leituras preliminares divulgadas no fim de julho.

Os números vieram em linha com as previsões de economistas em pesquisa Reuters.

No primeiro trimestre, o PIB da zona do euro cresceu 0,6 por cento na comparação com o período anterior e 1,7 por cento na base anual, conforme estimado anteriormente.

O PIB na UE como um todo cresceu 0,4 por cento no segundo trimestre ante os três primeiros meses do ano e expandiu 1,8 por cento na base anual.

Entre as maiores economias da zona do euro, a Alemanha cresceu 0,4 por cento no trimestre, a Espanha expandiu 0,7 por cento e a Holanda cresceu 0,6 por cento. O crescimento na França e na Itália, segunda e terceira maiores economias do bloco, no entanto, ficou estável.

(Por Francesco Guarascio)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos