Messi volta atrás e anuncia que vai continuar jogando pela Argentina

BUENOS AIRES (Reuters) - Lionel Messi anunciou que vai continuar jogando pela Argentina, revertendo a decisão que ele havia tomado em junho de se retirar do futebol internacional de seleções.

O atacante do Barcelona havia dito que ele não jogaria pela Argentina de novo depois que a seleção perdeu para o Chile na final da Copa América dos Estados Unidos.   

Contudo, num comunicado nesta sexta-feira, Messi explicou que ele queria continuar a representar o seu país, uma vez que prefere “ajudar de dentro”.   

“Eu acho que há um monte de problemas no futebol argentino, e não é minha intenção criar um outro”, afirmou o jogador de 29 anos.

“Há um monte de temas que precisam ser resolvidos no futebol argentino, e eu prefiro ajudar de dentro e não criticar de fora.”

“Um monte de coisas passou pela minha cabeça na noite da final, e eu pensei seriamente em desistir, mas o meu amor pelo meu país e pela sua camisa é grande demais”, declarou o jogador. 

Messi vai ser chamado pelo novo técnico da Argentina, Edgardo Bauza, para o time que vai enfrentar o Uruguai e a Venezuela pelas eliminatórias da Copa de 2018, em partidas que serão disputadas na primeira semana de setembro.

Bauza estava em Barcelona na quinta-feira para uma reunião com o capitão do seu time.

Messi perdeu quatro grandes finais com a Argentina, três nos últimos dois anos, incluindo a da Copa de 2014 contra a Alemanha no Brasil.   

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos