Fronteira entre Venezuela e Colômbia é reaberta quase um ano após ser fechada

Por Anggy Polanco

SAN ANTONIO DEL TÁCHIRA (Reuters) - Venezuela e Colômbia reabriram neste sábado a travessia de pedestres em cinco pontos da fronteira comum, por iniciativa de Caracas, como parte da reabertura progressiva acordada entre líderes de ambos os países na semana passada.

As autoridades abriram as travessias nos estados venezuelanos de Táchira, Apure, Zulia e Amazonas, por onde chegaram milhares de venezuelanos, muitos de lugares distantes, ansiosos para comprar alimentos e medicamentos limitados em seu país, de acordo com testemunhas à Reuters.

De acordo com as autoridades, a travessia de pedestres ficará aberta durante 15 horas por dia.

Nas duas primeiras horas, cerca de 5 mil venezuelanos tinham cruzado a fronteira pela passagem de San Antonio del Táchira em busca de alimento, segundo estimativas do Ministério das Relações Exteriores da Colômbia.

A Venezuela sofre uma das piores crises de sua história moderna. A inflação de três dígitos soma-se à recessão econômica iniciada em 2014 e à escassez de alimentos e medicamentos, forçando milhares de pessoas a formar enormes filas em supermercados e farmácias à crescente procura por produtos.

A oposição acusa o presidente Nicolás Maduro pelo colapso econômico. Por isso, quer convocar um referendo sobre seu mandato, que termina no início de 2019.

No entanto, Maduro, que diz sofrer uma "guerra econômica", afirmou repetidamente que o referendo não ocorrerá neste ano e será revogado a partir de 2017 e que seu vice-presidente completaria seu mandato sem a realização de novas eleições.

A reabertura da fronteira ocorre após a decisão unilateral da Venezuela em manter fechadas as passagens desde agosto de 2015, na esteira de um confronto ferindo militares venezuelanos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos