Boko Haram publica vídeo em que diz mostrar meninas sequestradas na Nigéria

BAUCHI, Nigéria (Reuters) - O grupo militante da Nigéria Boko Haram publicou um vídeo que aparentemente mostra cenas recentes de dezenas de jovens estudantes sequestradas há dois anos, dizendo que algumas delas foram mortas em recentes ataques aéreos.

Dezenas dessas garotas que foram sequestradas na cidade de Chibok em 2014 conseguiram fugir logo em seguida, mas mais de 200 ainda estão desaparecidas.

Autoridades nigerianas disseram em maio que uma das garotas foi encontrada e que o presidente Muhammadu Buhari está comprometido em resgatar as demais.

No vídeo, publicado em redes sociais e visto pela Reuters neste domingo, um homem mascarado pode ser visto atrás de dezenas de garotas, uma delas identificada como sendo Maina Yakubu, que diz que ela é de Chibok. Ela tem o rosto coberto no vídeo.

"O que eu quero dizer a meus pais e ao governo federal é que o governo deveria por favor libertar membros do Boko Haram que estão sob custódia de agentes de segurança para que nós também possamos ser soltas", diz ela.

"Jatos militares mataram algumas das garotas", diz a menina no vídeo.

O militante do Boko Haram também diz que algumas meninas foram mortas em ataques aéreos. Ao final do vídeo, corpos não identificados podem ser vistos no chão.

Não houve comentários imediatos por parte do exército da Nigéria.

O Boko Haram, que no ano passado jurou fidelidade aos militantes do grupo Estado Islâmico, tem sequestrado centenas de homens, mulheres e crianças em sua campanha para criar um califado islâmico.

Sob o comando do presidente Buhari e ajudado por países vizinhos, o exército da Nigéria tem recapturado a maior parte do território perdido para o Boko Haram, mas o grupo ainda realiza frequentes ataques suicidas com bombas.

(Por Sharon Ogunleye, Ardo Abdullah e Ulf Laessing)

(Por Luciano Costa)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos