Oito morrem em Honduras em aparente disputa entre gangues de traficantes, diz polícia

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - Oito pessoas foram mortas a tiros por assaltantes desconhecidos neste domingo nos arredores da capital de Honduras, Tegucigalpa, disse a polícia, no que aparentou ser um ataque por vingança em meio a uma disputa entre gangues que tem devastado o pobre país da América Central.

As vítimas foram atacadas do lado de fora de um bar no distrito ao sul de Altos de Loarque, uma área dominada pela infame gangue hondurenha Mara Salvatrucha (MS). Diversos homens saíram de um caminhão e abriram fogo com rifles e pistolas, disse um oficial da polícia.

Horas antes, no sábado, duas pessoas foram assassinadas e cinco feridas no bairro próximo de La Rosa, que é controlado por uma gangue rival, a Mara Barrio 18.

"O ataque em Los Altos de Loarque parece ser uma resposta ao incidente em La Rosa, parte do conflito entre MS e 18", disse a jornalistas um oficial da polícia na cena do crime.

As gangues, envolvidas em extorsões, tráfico de drogas e assassinatos por encomenda, estão lutando pelo controle de bairros nas maiores cidades do país, onde a taxa de homicídio no último ano foi de 60 mortes para cada 100 mil pessoas.

(Por Gustavo Palencia)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos