Rússia diz estar perto de ação militar conjunta com EUA em cidade síria

MOSCOU (Reuters) - A Rússia e os Estados Unidos estão perto de iniciar uma ação militar conjunta contra militantes na cidade síria de Aleppo, disse o ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, segundo agências de notícias russas nesta segunda-feira.

A luta pelo controle de Aleppo se intensificou nas últimas semanas, e grupos rebeldes que combatem forças do governo da Síria têm feito progressos.

As declarações de Shoigu surpreendem porque a Rússia e os EUA apóiam lados diferentes do conflito, ao mesmo tempo em que participam de conversas com o objetivo de encontrar uma solução política para ele.

"Estamos agora em uma fase muito ativa de negociações com nossos colegas norte-americanos", disse o ministro, de acordo com a agência de notícias RIA.

"Passo a passo, estamos chegando mais perto de um plano --e só estou falando de Aleppo aqui-- que realmente nos permitiria começar a lutar juntos para trazer paz, de forma que as pessoas possam voltar às suas casas nesta terra conturbada".

A Rússia apóia o presidente sírio, Bashar Al-Assad, no conflito de mais de cinco anos, e os EUA querem ver Assad fora do poder.

(Por Lidia Kelly)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos