Johnny Depp e Amber Heard se divorciam, encerrando relacionamento "volátil"

LOS ANGELES (Reuters) - Os atores Johnny Depp e Amber Heard encerraram de modo particular seu caso de divórcio, disseram ambos em comunicado conjunto nesta terça-feira, um dia antes de uma audiência sobre o status do mandado de restrição que Amber apresentou contra Depp.

O acordo que encerrou o casamento de 15 meses aconteceu semanas após as queixas de violência doméstica feitas por Amber, que receberam grande atenção da imprensa, e as alegações de Depp de chantagem financeira.

"Nosso relacionamento foi intensamente apaixonado e, em alguns momentos, volátil, mas sempre ligado pelo amor", disseram Amber e Depp em comunicado.

"Nenhum dos dois fez acusações falsas por dinheiro. Nunca houve nenhuma intenção de ferir física ou emocionalmente. Amber deseja tudo de bom para Johnny no futuro."

A declaração disse que Amber "doará os lucros financeiros do divórcio para a caridade" e que não haverá mais comentários públicos sobre o assunto.

(Por Piya Sinha-Roy e Laila Kearney)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos