Rússia e Google não chegam a acordo sobre caso envolvendo Android

MOSCOU (Reuters) - O órgão regulador antimonopólio da Rússia FAS disse nesta terça-feira que ele e o Google, da Alphabet, não chegaram a um acordo fora do tribunal num caso sobre o sistema operacional Android, segundo a agência de notícias Interfax.

O FAS impôs multa de 438 milhões rublos (6,85 milhões de dólares) ao Google após decidir em 2015 que a empresa estava abusando de sua posição dominante ao exigir a pré-instalação de determinados aplicativos em dispositivos móveis que usam Android, seguindo uma denúncia da Rússia Yandex.

O Google apelou da decisão, enquanto o FAS disse que um acordo fora do tribunal era possível se o Google admitisse a violações de leis antitruste e pagasse multa.

"As negociações com o Google sobre o acordo não deram em nada. Agora cabe à Justiça decidir sobre o caso," disse Elena Zaeva, chefe do Departamento de Regulação de Telecomunicações e Tecnologia da Informação do FAS, segundo a Interfax.

Zaeva disse que um tribunal iria ouvir o apelo do Google na quarta-feira.

O Google não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

(Reportagem de Maria Kiselyova)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos