Rússia usa pela primeira vez o Irã como base para realizar ataques aéreos na Síria

Por Andrew Osborn

MOSCOU (Reuters) - A Rússia nesta terça-feira usou pela primeira vez o Irã como base para realizar ataques aéreos contra militantes sírios, ampliando a campanha aérea na Síria e aprofundando o seu envolvimento no Oriente Médio.

Numa ação que mostra uma relação cada vez mais próxima com Teerã, aviões russos Tupolev-22M3 e Sukhoi-34 usaram a base aérea iraniana de Hamadan para atingir vários alvos na Síria.

Esta foi a primeira vez que a Rússia usou o território de um outro país, exceto a própria Síria, para lançar ataques desde que o Kremlin iniciou a sua campanha de bombardeios em apoio ao presidente Bashar al-Assad em setembro passado.

A ação no Irã vai reforçar a imagem da Rússia como um ator central no Oriente Médio e permitir que a Força Aérea russa corte tempo de voos e aumente a carga de bombas.

O líder do Conselho Nacional de Segurança do Irã foi citado pela agência estatal Irna, dizendo que Teerã e Moscou dividiam as instalações.

Os dois países dão apoio a Assad. Após um atraso, a Rússia forneceu ao Irã o seu sistema de defesa de mísseis S-300, uma evidência da crescente parceria que têm ajudado a mudar a direção da guerra civil síria e desafiado a influência norte-americana no Oriente Médio.

(Reportagem adicional de Polina Devitt, Bozorgmehr Sharafedin, Angus McDowall, Thomas Perry, Maher Chmaytelli, Phil Stewart e Lesley Wroughton)

((Tradução Redação São Paulo; + 55 11 5644-7712))

REUTERS AAP

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos