Thiago Braz bate recordista mundial e é ouro no salto com vara na Rio 2016

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O brasileiro Thiago Braz conquistou a medalha de ouro no salto com vara na Olimpíada Rio 2016 ao saltar 6,03 metros, a melhor marca de sua carreira e novo recorde olímpico, na noite de segunda-feira.

O brasileiro superou o francês Renaud Lavillenie, recordista mundial da prova com 6,16m que ficou com a prata e saltou 5,98m em uma final marcada por atrasos provocados pela forte chuva que caiu no Estádio Olímpico do Rio. O norte-americano Sam Kendricks saltou 5,85 metros e levou o bronze.

"É incrível. Minha primeira vez acima de seis metros", comemorou o brasileiro após a prova. "Estou muito feliz, trabalhamos muito duro para isso --não para o ouro, mas por uma medalha."

Thiago, de 22 anos e que treina na Itália, tornou-se também apenas o terceiro atleta a conquistar o ouro no salto com vara em casa --após os norte-americanos Charles Dvorak em Saint Louis 1904 e Bill Miller em Los Angeles 1932-- e disse que teve de manter o foco diante do apoio dos torcedores para evitar prejudicar seu desempenho.

"A torcida estava torcendo muito para mim. Tive que me concentrar na minha técnica, esquecer os torcedores", disse.

O brasileiro decidiu não tentar saltar 5,98 metros, que já seria a melhor marca de sua vida, após Lavillenie bater esta marca, optando por levantar o sarrafo para 6,03 metros.

Tanto o brasileiro quanto o francês não conseguiram superar o sarrafo na primeira tentativa. Lavillenie, que saltava primeiro, fracassou na segunda, mas o brasileiro conseguiu. O recordista mundial e campeão olímpico em Londres 2012 levantou o sarrafo para 6,08 metros e, na única chance que teve nesta altura, não conseguiu, garantindo o segundo ouro do Brasil na Rio 2016.

Thiago é treinado pelo ucraniano Vitaly Petrov, que já treinou as lendas do salto com vara Sergei Bubka e Yelena Isinbayeva.

Com o ouro de Thiago no salto com vara, o atletismo do Brasil volta a conquistar uma medalha olímpica, após passar em branco nos Jogos de Londres 2012.

Ele também se junta ao clube de atletas do país que já conquistou medalhas de ouro no atletismo ao lado de nomes como o bicampeão olímpico Adhemar Ferreira da Silva, Joaquim Cruz e Maurren Maggi.

(Reportagem de Eduardo Simões)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos