Dois nadadores dos EUA recebem permissão de viagem após incidente no Rio

RIO DE JANEIRO (Reuters) - As autoridades brasileiras permitiram que dois nadadores norte-americanos embarcassem em um voo para os Estados Unidos nesta quinta-feira, depois de a polícia do Rio afirmar que eles mentiram sobre um suposto assalto à mão armada.

De acordo com a Polícia Civil do Rio, a conclusão preliminar da investigação indica que quatro nadadores realizaram atos de vandalismo em um posto de gasolina, após saírem de uma festa de madrugada no Rio, e se envolveram em uma confusão com seguranças do estabelecimento.

O medalhista de ouro Ryan Lochte, um dos nadadores mais condecorados do mundo, voltou para os Estados Unidos na segunda-feira.

Com os companheiros de equipe Gunnar Bentz e Jack Conger também deixando o Rio, apenas um permanece: Jimmy Feigen, um medalhista de ouro.

Na quarta-feira à noite, Bentz e Conger foram retirados pela polícia de dentro de um voo para os EUA no aeroporto internacional do Rio e encaminhados a uma delegacia para prestar esclarecimentos.

(Por Rodrigo Viga e Jeb Blount)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos