Nadador Feigen irá pagar multa de R$35 mil por polêmica de roubo, diz mídia

(Reuters) - O nadador olímpico norte-americano Jimmy Feigen irá pagar multa de 35 mil reais por conta do que a polícia do Rio de Janeiro descreveu como uma história mentirosa sobre ele e seus colegas de equipe sendo roubados à mão armada durante os Jogos Rio 2016.

O anúncio foi feito pelo advogado de Feigen, Breno Melaragno Costa, após encontro que durou horas com um juiz e autoridades da procuradoria do Rio, segundo relatos da mídia brasileira, que noticiou ainda que o nadador foi indiciado por falsa comunicação de crime.

De acordo com a Polícia Civil do Rio, os indícios são de que os quatro nadadores realizaram atos de vandalismo em um posto de gasolina, após saírem de uma festa de madrugada no Rio, e se envolveram em uma confusão com seguranças do estabelecimento.

Feigen estava entre os quatro nadadores norte-americanos que mentiram sobre ter sido roubados por bandidos que fingiram ser policiais. O Comitê Olímpico dos Estados Unidos emitiu um pedido de desculpas pelo incidente e informou que irá analisar punições para os atletas.

A justiça ainda vai decidir o que será feito ao nadador Ryan Lochte, que já está nos Estados Unidos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos