Iraque executa 36 militantes acusados de matar soldados em 2014

BAGDÁ (Reuters) - O Iraque informou neste domingo ter enforcado 36 militantes condenados à morte pelo assassinato em massa de centenas de soldados em um acampamento ao norte de Bagdá, há dois anos.

É o maior número de militantes executados em um dia pelo governo iraquiano desde que combatentes dos Estado Islâmico tomaram controle de partes do norte e oeste do país, em 2014.

As execuções foram realizadas em uma prisão na cidade iraquiana de Nasiriya, disse a TV estatal, citando a informação como sendo do Ministério da Justiça do país.

(Reportagem de Saif Hameed)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos