Iraque executa 36 militantes condenados à morte por assassinatos em 2014

BAGDÁ (Reuters) - O Iraque informou neste domingo que enforcou 36 militantes condenados à morte pelo assassinato em massa de centenas de soldados de maioria xiita em um acampamento ao norte de Bagdá em 2014.

As execuções foram realizadas em uma prisão em Nasiriya, uma cidade ao sul do Iraque, informou a televisão estatal citando o Ministério da Justiça.

Cerca de 1,7 mil soldados foram mortos há dois anos depois de terem fugido do acampamento Speicher, antiga base militar dos Estados Unidos ao norte da cidade natal de Saddam Hussein, Tikrit, quando foi invadido pelo Estado Islâmico, o grupo ultrarradical sunita.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos