ONU espera até 1,2 milhão de refugiados por ofensiva militar no Iraque

GENEBRA (Reuters) - Centenas de milhares de iraquianos dentro e nos arredores de Mosul podem ser deslocados pela ofensiva militar para retomar a cidade do Estado Islâmico, informou a agência de refugiados da Organização das Nações Unidas (Acnur), nesta terça-feira.

"Em Mosul, acreditamos que a situação de descolamento pode estar prestes a piorar drasticamente", disse o porta-voz do Acnur Adrian Edwards durante entrevista coletiva, dizendo que a agência precisa de mais terras para acampamentos.

"O impacto humanitário da ofensiva militar é esperado para ser enorme, até 1,2 milhão de pessoas podem ser afetadas."

Cerca de 3,4 milhões de pessoas já foram forçadas a deixar suas casas no Iraque por conta do conflito, se refugiando em áreas sob controle do governo ou na região curda, a leste de Mosul, capital de facto do Estado Islâmico.

(Reportagem de Stephanie Nebehay, em Genebra, e Maher Chmaytelli, em Bagdá)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos