Polícia do Rio investiga lavagem de dinheiro ligada a esquema de venda ilegal de ingressos na Olimpíada

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A polícia do Rio de Janeiro disse nesta terça-feira que descobriu emails trocados entre o membro do Comitê Olímpico Internacional (COI) Patrick Hickey e o chefe da empresa THG Sports na qual eles discutiram a venda ilegal de ingressos para a Olimpíada.

Em entrevista coletiva, a polícia disse que também está investigando documentos bancários em meio a suspeitas de lavagem de dinheiro relacionada a um esquema de venda ilegal de ingressos.

Três membros do Comitê Olímpico da Irlanda (OCI) cujos passaportes foram apreendidos pela polícia no domingo --o diretor-executivo Stephen Martin, o secretário-geral Dermot Henihan e o tesoureiro Kevin Kilty-- são suspeitos de envolvimento na venda ilegal de entradas, disse a polícia.

(Reportagem de Paulo Prada)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos