Papa envia um sexto dos bombeiros do Vaticano para ajudar nos resgates de terremoto na Itália

CIDADE DO VATICANO (Reuters) - O papa Francisco enviou nesta quarta-feira um sexto do pequeno departamento de bombeiros do Vaticano para ajudar nos esforços de resgate após um forte terremoto que devastou partes do centro da Itália e deixou ao menos 73 mortos.

O Vaticano informou que seis bombeiros viajaram para a cidade de Amatrice para ajudar membros da defesa civil nas buscas por sobreviventes nos destroços, além de ajudar as pessoas que já foram resgatadas.

A força total do departamento de bombeiros do Vaticano é de 37 homens.

Amatrice é uma das cidades afetadas pelo tremor. Ao menos 73 pessoas morreram no desastre e dezenas ainda estão desaparecidas.

Anteriormente nesta quarta-feira, o papa cancelou um discurso planejado na audiência geral semanal sobre ensinamentos religiosos para rezar com uma multidão pelas vítimas e sobreviventes.

"Ouvir o prefeito de Amatrice dizer que a cidade não existe mais e descobrir que há crianças entre as vítimas, estou profundamente triste", disse o papa a dezenas de milhares de pessoas na Praça São Pedro.

(Reportagem de Philip Pullella)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos