Dois pilotos da United são presos na Escócia acusados de estar sob efeito de álcool

SÃO PAULO (Reuters) - Dois pilotos da United Airlines foram presos por suspeita de estar sob a influência de álcool na Escócia no sábado, quando eles estavam prestes a voar para os Estados Unidos, informaram a polícia e a companhia aérea.

A polícia escocesa disse que os dois homens, com idades entre 35 e 45 anos, foram detidos sob uma seção da Railways and Transport Safety Act que abrange a realização de função ou atividade de piloto enquanto excede o limite prescrito de álcool.

Os homens devem comparecer em um tribunal em Paisley, perto de Glasgow, na segunda-feira.

O vôo de Glasgow para o Aeroporto de Newark, New Jersey, transportando 141 passageiros, decolou com quase 10 horas de atraso na noite de sábado com uma nova tripulação, disse a companhia.

A United disse que os dois pilotos foram retirado de serviço e das suas funções de voo.

(Reportagem de Paul Sandle e Chris Prentice)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos