Redes sociais atiçam pânico sobre falso tiroteio em aeroporto de Los Angeles

Por Steve Gorman

LOS ANGELES (Reuters) - Um pânico de segurança que prejudicou as atividades do Aeroporto Internacional de Los Angeles e fez centenas de passageiros saírem correndo dos terminais foi desencadeado por relatos de um tiroteio que se revelaram falsos, mas que foram amplificados pelo boca a boca e pelas redes sociais, informou a polícia nesta segunda-feira.

O susto da noite de domingo, que marcou a pior interrupção no segundo aeroporto mais movimentado dos Estados Unidos por motivos de segurança em quase três anos, começou quando a polícia recebeu uma ligação relatando disparos em um portão da empresa aérea United Airlines dentro do Terminal 8, informou a corporação.

A chamada inicial ocorreu momentos depois de a polícia do aeroporto ter respondido a relatos separados sobre um homem vestido com máscara e capa pretas e portando uma espada na área de bagagem de um terminal adjacente, de acordo com o porta-voz da polícia do aeroporto, Robert Pedregon.

O homem, que estava vestido de Zorro para pegar um amigo que chegava, foi interrogado e solto. Investigadores acreditam que sua presença foi meramente coincidente com os relatos de disparos, afirmou Pedregon.

    À medida que os policiais convergiam para o Terminal 8, a polícia começou a receber relatos adicionais de disparos ao redor do aeroporto, alguns de segunda mão de passageiros que viram relatos no Twitter e em outras redes sociais, contou Pedregon.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos