Turquia demite 8.000 agentes de segurança por suspeita de ligação com tentativa de golpe

ANCARA (Reuters) - Autoridades turcas removeram cerca de 8.000 agentes de segurança do cargo, segundo o diário oficial do governo de sexta-feira, no mais recente expurgo de pessoas suspeitas de terem ligações com os responsáveis por um golpe fracassado em julho.

Do pessoal removido, 7.669 eram policiais e 323 eram membros da força de elite.

O diário oficial informou também que juízes aposentados e promotores seriam autorizados a voltar a trabalhar, caso se candidatem a fazê-lo, nos próximos dois meses, depois que cerca de 3.300 funcionários do Judiciário foram demitidos desde a tentativa de golpe, em 15 de julho.

(Reportagem de Ece Toksabay)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos