Explosão mata 12 nas Filipinas quando presidente visitava a cidade natal

MANILA (Reuters) - Uma explosão num mercado noturno lotado na cidade natal do presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, matou pelo menos 12 pessoas nesta sexta-feira e feriu dezenas, disseram autoridades, mas a causa da explosão não ficou imediatamente clara.

A explosão atingiu um mercado de rua do lado de fora do sofisticado hotel Marco Polo, local frequentado por Duterte, que estava na cidade de Davao, que fica no sul do país, no momento, mas não ficou ferido.

“Estávamos numa reunião e ouvimos uma explosão muito grande. A primeira coisa que pensamos foi: ‘é uma bomba’”, disse John Rhyl Sialmo III, 20 anos, estudante de uma universidade próxima.

"A área onde ocorreu a explosão era um salão de massagens. Então nós vimos esses homens e mulheres desse lugar de uniforme, eles vieram para o saguão da escola em busca de ajuda. Eles estavam cobertos de sangue.”

Ernesto Abella, porta-voz presidencial, falando à CNN Filipinas, descreveu o ocorrido como uma “explosão não especificada”.

(Por Manolo Serapio Jr. e Manuel Mogato)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos