Hillary diz ao FBI que não se lembra de todos os informes sobre preservação de documentos

WASHINGTON (Reuters) - A candidata presidencial democrata Hillary Clinton disse ao FBI, a polícia federal dos Estados Unidos, que não se lembra de todos os informes de segurança que recebeu sobre o trato de informações governamentais enquanto exercia o cargo de secretária de Estado dos EUA, devido a uma concussão sofrida em 2012, de acordo com um relato divulgado nesta sexta-feira.

O FBI liberou um sumário da entrevista que realizou com Hillary no dia 2 de julho, além de outros detalhes de sua investigação sobre o uso do servidor privado de e-mail pela candidata, quando ela estava à frente do Departamento de Estado.

Hillary, que irá disputar a Casa Branca com o republicano Donald Trump na eleição de 8 de novembro, vem sendo atormentada há mais de um ano pelos desdobramentos do uso de sua conta particular de e-mail no exercício do cargo.

Os republicanos vêm atacando Hillary insistentemente por causa do episódio, o que está ajudando a influenciar pesquisas de opinião que mostram que muitos eleitores dos EUA duvidam de sua confiabilidade. Hillary disse que, em retrospecto, se arrepende de ter usado um sistema de mensagens privado quando era secretária de Estado.

Hillary disse aos investigadores que não conseguia se lembrar de receber qualquer informe sobre como lidar com informações confidenciais ou cumprir com as leis que regem a preservação das informações federais, mostrou o resumo da entrevista.

"No entanto, em dezembro de 2012, Hillary sofreu uma concussão e depois, em torno do Ano Novo, teve um coágulo de sangue", disse o resumo do FBI. "Com base na recomendação de seu médico, ela estava liberada para trabalhar apenas algumas horas por dia e não consegue se lembrar de todas as instruções que recebeu."

A concussão foi amplamente divulgada na época, e os republicanos, desde então, usam o episódio para questionar a saúde da candidata de 68 anos de uma forma que sua equipe diz não ter fundamento.

(Por Eric Beech e Julia Edwards)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos