Bovespa fecha em leve queda com forte declínio de JBS após operação Greenfield

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da Bovespa fechou com leve queda nesta segunda-feira, em dia de liquidez reduzida devido ao feriado nos Estados Unidos, com o tombo das ações da JBS na esteira de operação da Polícia Federal ofuscando a alta dos papéis da Petrobras.

O Ibovespa cedeu 0,08 por cento, a 59.566 pontos. O giro financeiro da sessão somou 3,66 bilhões de reais.

Na cena local, os desdobramentos políticos, particularmente o posicionamento da base aliada do governo, seguem em foco, em meio a expectativas de medidas efetivas visando a retomada do crescimento e o controle das contas públicas.

Também ocupou as atenções neste começo de semana a operação

Greenfield da Polícia Federal e do Ministério Público Federal para investigar suspeita de fraude em fundos de pensão de estatais, com o cumprimento de mandados judiciais e o bloqueio de 8 bilhões de reais.

A sessão ainda marcou a estreia da nova carteira do Ibovespa, que vai vigorar até 29 de dezembro e registrou a saída das ações da estatal paulista de energia Cesp.

DESTAQUES

- JBS ON desabou 10,04 por cento, maior queda desde março, fechando na mínima do dia, a 11,20 reais, após o presidente-executivo da empresa, Wesley Batista, aparecer como um dos alvos de mandados de condução coercitiva na operação Greenfield da Polícia Federal nesta segunda-feira. A J&F, holding controladora da JBS, informou que a operação da PF não envolve a processadora de carne. As ações renovaram mínimas da sessão após o jornal O Estado de S.Paulo informar que o juiz federal Vallisney de Souza Oliveira determinou que vários investigados na operação, inclusive Wesley e Joesley Batista, se afastem de imediato dos mercados financeiros e de capitais e de função de direção de qualquer empresa ou grupo empresarial.

- PETROBRAS ON avançou 2,88 por cento, superando 16 reais, na máxima desde outubro de 2014, enquanto as ações preferenciais subiram 1,92 por cento, para nova máxima de fechamento desde maio de 2015, na esteira do avanço do petróleo e expectativas sobre desinvestimentos da estatal.

- VALE PNA cedeu 2,39 por cento e VALE ON caiu 1,86 por cento, afetadas pelo declínio do minério de ferro à vista na China. O UBS cortou para "venda" a recomendação para as ações da empresa.

- CIELO ON perdeu 1,06 por cento. A equipe do BTG Pactual disse que notícias do setor, especialmente sobre práticas anticoncorrenciais no Cade, devem seguir pressionando.

- OI ON, fora do Ibovespa, subiu 6,33 por cento e OI PN avançou 23,05 por cento, diante da expectativa de anúncio do plano de recuperação judicial ainda nesta segunda-feira. A operadora de telecomunicações também informou na sexta-feira que a 7a Vara Empresarial da Comarca da Capital do Estado do Rio de Janeiro suspendeu assembleias de acionistas, marcadas para a próxima quinta-feira.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos