Itália diz que 15 imigrantes morreram e 2.700 foram resgatados

ROMA (Reuters) - Quinze corpos foram recuperados e mais de 2.700 imigrantes foram resgatados ao largo da costa da Líbia nesta segunda-feira, disse a guarda costeira italiana, em mais um dia de saídas em massa do norte da África.

A Marinha e a guarda costeira da Itália, navios que fazem patrulha em uma missão anti-contrabando da União Europeia, navios comandados por grupos humanitários e um rebocador comercial auxiliaram nos resgates.

A pior crise imigratória da Europa desde a Segunda Guerra Mundial está concentrada atualmente na Itália, localizada na fronteira sul europeia, onde cerca de 93 mil pessoas chegaram até o final de agosto, de acordo com o Ministério do Interior italiano.

O saldo de mortes na rota do norte da África para a Itália saltou de um imigrante para 42 pessoas que fazem a travessia --era de um para cada 52 no ano passado, disse o porta-voz do Acnur na semana passada.

(Por Isla Binnie)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos